CRC/SC-010321/O-5

O que é Receita Recorrente ?


O que é Receita Recorrente e como esse modelo de pagamento pode beneficiar o fluxo de caixa da sua empresa

 

            Você sabe o que academias, escolas, assinaturas de TV e Netflix têm em comum? Acertou quem respondeu que todos esses modelos trabalham com Pagamento Recorrente (também conhecido por Faturamento Recorrente, Receita Recorrente ou Lucro Recorrente).

            Em uma era em que a expressão “tempo é dinheiro” torna-se ainda mais evidente, empresas focadas em vender produtos já estão adotando a estratégia de pagamento recorrente. Apesar de isso ainda ser aplicado mais timidamente no Brasil, lá fora tem sido amplamente adotado.

            Para você ter uma ideia, em abril de 2017, a gigante do e-commerce Amazon lançou o marketplace para Gestão de Assinaturas, o Subscribe with Amazon. Basicamente, o sistema é como uma loja de aplicativos por assinaturas na qual clientes podem inscrever-se mediante um valor determinado mensal e ter acesso à notícias, revistas, educação, filmes, softwares etc.

            Sabe aquela máxima “uma empresa não existe sem vender”? Pois é, cada vez mais negócios estão se reinventando para que possam manter um nível satisfatório de faturamento. Nessa busca, o pagamento recorrente tem sido uma alternativa mais que satisfatória.

 

O que é Receita Recorrente?

 

            Quando uma empresa cobra automaticamente um cliente pela compra de bens ou recebimento de serviços específicos, em uma periodicidade pré-acordada (por exemplo: mensal, bimestral etc.), dizemos que essa empresa possui Receita Recorrente. Portanto, ao concordar em comprar continuamente qualquer bem ou serviço o cliente realizará um Pagamento Recorrente.

            Esse modelo é muito conhecido de centros educacionais, que diluem o valor anual do ano letivo em mensalidades. Empresas de softwares também têm adotado o faturamento recorrente. Aliás, quem é da área conhece bem o termo SaaS, que significa Software as a Service, ou Software como Serviço.

 

Vantagens e Desvantagens da Receita Recorrente

 

            Do ponto de vista dos clientes, um sistema de pagamento recorrente traz conveniência. Ao invés de fornecer repetidamente informações do cartão de crédito para uma cobrança de rotina, por exemplo, o titular do cartão pode autorizar a empresa a manter os dados do cartão no arquivo e cobrar do cartão cada vez que o comerciante entregar produtos ou serviços.

            Já do lado das empresas, a receita recorrente ajuda na retenção de clientes. Isso porque, embora o cliente retido por meio do faturamento de assinaturas nem sempre seja um cliente satisfeito, pode ser apenas um cliente que não quer lidar com o incômodo de cancelar o contrato.

            Ainda do ponto de vista das empresas, o faturamento recorrente garante o pagamento imediato dos clientes, ajudando, assim com o fluxo de caixa, reduzindo os custos de cobrança, eliminando contas de papel e automatizando uma parte das contas a receber. Também pode melhorar a satisfação do cliente, tornando mais conveniente para ele fazer negócios com a empresa.

 

Fonte: Treasy.

Últimas Notícias

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidadePolítica de Cookies e nosso Termo de uso.

Concordo